domingo, 23 de abril de 2017

Como foi o aniversário de um beta solitário?

Fala ae seus alfinhas, tudo bem com vocês?

Comigo ta meio mais ou menos, aquela bad de sempre.

Pois é amigos, passei um bom tempo longe da nossa aclamada blogosfera financeira, e porque? Bem, pura e simplesmente porque sou muito desorganizado e não tenho disciplina, simples assim.

Acontece que eu estou fazendo um milhão de atividades: (i) carga horário no trabalho aumentou; (ii) estou estudando pra oab; (iii) quando não estou saindo com alguns amigos, ou me humilhando para alguma mina. Pela minha falta de disciplina, não consigo me organizar pra fazer os posts, estou sempre pensando: - quero escrever isso, mas deixa que depois eu faço e assim fiquei um bom tempo sem postar. Mas vamos lá, todo dia é um novo dia pra tentar se construir um hábito. Não tenho pretensão de fazer “x” posts por semana e etc, mas sim de acompanhar a discussões e postar quando me sentir a vontade. (antes eu não estava conseguindo nem ler o meu blogroll, mas relaxem, já coloquei tudo em dia, por isso vão aparecer alguns comentários retardados nos blogs parceiros – fui eu -, kkkk.

Já falei pra carai e não disse porra nenhuma, então vamos a este post.

Como todos sabem abril acontece o evento do ano, e nem estamos falando da páscoa e sim do meu aniversário. Enfim, por motivos óbvios não vou dizer a data do meu aniversário e quantidade de primaveras que já completei (avançou mais uma casa e agora está em 21 – 26) (esse papo de primaveras ficou meio gay, mas deixa ae).

Bem, e como foi meu aniversário?

Antes de mais nada, tenho que falar que tenho um amigo (nos tornamos grandes amigos) que mora em outro estado, por motivos de trabalho, e embora ele não tenha falado isso claramente, ele veio pra minha cidade por motivos de meu aniversário. Kkkkkk

Esse amigo e eu temos um grupo em comum de amigos, que todos são igualmente amigos (6 brothers – me incluindo), isso é até tema pra outro post, mas um milhão de pessoas defende que não existe amizade sincera e blá blá blá, bem, esses caras eu considero meus irmãos, com direito a ressalvas apenas quanto a um deles, enfim.

Esse meu amigo, chamemos ele de Michel. Michel chegaria em minha cidade numa quinta pela manhã, então já combinei que o pegaria no aeroporto. Quinta de manhã saio da aula mais cedo, pego o Michel no aeroporto e ele já tinha combinado com outro brother nosso de se encontrar. Pego nosso outro brother e advinha só, quinta de manhã, já tocamos pro bar.

Eu tinha um compromisso no trabalho 12h30 e fui chegar lá por volta das 13h30, e meio bêbado, não perceptível, mas se tivesse que ter uma conversa com alguém ela poderia sacar (ainda bem que passei no mercado e comprei dois halls pretos – sobrevivi a base de halls e café -).

Expediente acaba na quinta, então já mando mensagem para os Brothers, agora sim reunir todo mundo no bar. Esse nosso brother que estava mais cedo, mora no outro lado da cidade e trabalha feito um maluco, já era de se esperar que ele não fosse, mas outros dois também desmarcaram, sendo um deles o Michel. Mesmo assim marquei com outros dois Brothers e fomos para um “copo sujo”, bebemos mais algumas cervejas e jogamos uma sinuquinha, fim da quinta-feira.

Sexta-feira, obviamente acordei tarde (obs: eu simplesmente não consigo acordar cedo quando eu bebo – em quantidades razoáveis, obviamente). Matei aula, fui trabalhar.

Nesse dia tinha combinado uma festinha no trabalho, onde cada um levaria uma bebida/comida e a gente comia na hora do lanche e bla bla bla. Como eu que estava organizando, obviamente só chamei a galera do meu setor (estagiários), meu chefe e um ou outro camarada. Por incrível que pareça, sou tímido e cagão, me tremo todo, mas sempre sei o que falar nos discursinhos, e dessa vez simplesmente travei, agradeci genericamente e etc, sei lá o que houve, eu simplesmente não consegui falar direito.

Duas notas interessantes: (i) chamei o meu chefe e na hora do discursinho lá ele mencionou que eu já comportava com advogado e etc (eu trabalho em um escritório). Fiquei imensamente feliz com a afagada no ego, pois normalmente esses putos quase não elogiam a gente, e ressalte-se que sou estagiário e ainda falta mais de um ano pra formar ainda (isso é péssimo também); (ii) a não muito tempo entrou uma estagiária nova, ela é meio sei lá, e seria legal pegar ela, enfim, eu fui legal e ela gosta de mim, nesse dia ela me deu uma torta de um lugar caro (não que eu seja especial, mas onde eu trabalho a galera tem grana, então isso é super normal pra eles, enfim).

Em resumo, foi legal a festinha e me senti minimamente especial kkkkkk

Fim do expediente, converso com os Brothers pra tentar animar alguma coisa, mas geral está desanimada, um sem carro e outro fazendo não sei o que, já fico meio puto, mas de boa. Michel me manda mensagem falando que ta num evento familiar, mas depois podíamos tomar uma. Vou lá buscar ele e o fdp ta no bar com a família, a gente resolve ficar lá, e até que o pessoal começa a ir embora. Fomos para um bar mais jovial, e para nossa surpresa estava fechando, fomos em mais dois outros bares e já estavam fechados. Resolvemos ir pra casa, sexta-feira fraca, mas ainda consegui beber uma cerveja e conversar com um amigo.

Sabadao. Dia da bagaceira, só que não. Como já falei antes aqui, faço uns bicos aos finais de semana, e justo nesse sábado teria um. Pra minha sorte era de tarde (normalmente são a noite), e não estou na condição de dispensar os extras de vida. Enfim, fui trampar e a porra do lugar era longe pra carai, a porra toda atrasou e eu fui mandar mensagem pros meus amigos por volta das 23h20. Por motivos de beber e dirigir, um brother meu não queria ir pra muito longe de casa, só que o bairro dele é ridículo, enfim, tivemos que ficar procurando um lugar. Até que encontramos uma casinha de show, ainda cobraram R$30 de couvert, por uma dupla sertaneja muito ruim, sem falar que era um ambiente que não tinha muitas mulheres, mulher bonita então, puff, estilo Pokémon raro. De qualquer modo, curti pra caramba, faltando apenas 1 brother meu (o que mora longe pra carai) e todo mundo bebendo, conversando e etc. O local fechou por volta das 2h, geral foi embora e eu tava com a missão de deixar um amigo em casa, chamemos de Sandro. Sandro está para a cerveja como o Senna estava para a Fórmula 1, pense num cara que manda bem quando o negócio é beber.

Como esperado, Sandro ainda propôs para em algum lugar, paramos ficamos refletindo sobre a vida. No nosso grupo, Sandro e eu somos os mais “promissores”. Ele fez um concurso recentemente e tenho certeza que passou, o milk estudava apenas umas 10h por dia, sem falar que é cabeça pra carai. E a galera acredita em mim, porque em alguma medida sou comprometido e já conquistei algumas coisas interessantes, como por exemplo trabalhar um grande escritório com um salário muito acima da média. Enfim, várias vezes eu e Sandro fazemos isso, porra, como é bom você trocar uma ideia sadia e beber cerveja. Por volta das 4h fui para casa.

Esqueci de mencionar, mas meu grupo de amigos tem a tradição de fazer um churrasco no domingo para comemorar o aniversário de algum membro e no meu não foi diferente.

Como dito acima, depois de uma quantidade razoável de cerveja eu não consigo dormir e acordar cedo e o clube obviamente requer que cheguemos cedo, até por motivos de lotação, então tive a brilhante ideia de virar a noite, e de fato, quase o fiz. Fiquei sentado na minha cama cochilando, até umas 6h30 (pode se dizer que eu não dormi). Tomei aquele banho, aquele café e #partiu clube.

Compramos as paradas, e fomos (caralho como as coisas são caras, puta que pariu). Enfim, chegamos lá um pouco tarde ainda. Eu mal tinha me alimentado e dormido e lá já estava bebendo de novo. Para meu azar, estou disputando um campeonato e nesse dia tinha jogo e eu me comprometi a ir, pra sorte do time, o local do clube era perto do jogo, então me desloquei do clube até o jogo. Por motivos óbvios de sedentarismo, muita cerveja, ausência de alimentação, o goleiro ter faltado e SIMPLESMENTE O TIME NÃO TER RESERVAS, perdemos e perdemos muito feio, sem falar que eu quase tive um treco dentro de campo, sério, não sei como aguentei até o final, sou um guerreiro.

Voltei pro clube com meus amigos.

Eu estava muito feliz e tudo, mas a galera não estava completa e era de lei a gente sempre ir com todo mundo. Dessa vez era aniversário do pai de um brother e ele falou que iria passar o dia com o velho dele (super entendo), acabou que no início da tarde ele avisou que o pai dele saiu e deixou ele em casa, assim, ele poderia ir. Porra, fiquei muito feliz, minha galera toda reunida, pelo meu aniversário, sério, a felicidade está nos pequenos prazeres da vida. (ps: eu quase chorei com toda a galera reunida, eu realmente gosto desses amigos).

Bem dessa vez a galera não botou muita fé que ia rolar clube e por isso foi meio de última hora e não fizemos as coisas direito, por isso, o almoço não saiu e as carne nada de ficar pronta, e eu bebendo mais e depois comecei a beber bebida quente. Quando o almoço finalmente saiu, eu fiz a besteira de não comer nada, eu não estava nem mais beliscando a carne e nesse momento tive a brilhante ideia (sqn) de cair na piscina.

Uma nota rápida sobre isso, eu sempre quis cometer pequenos ilícitos estilo “O impostor”, sem que prejudique ninguém e etc, mas é muito difícil você achar uma atividade que não vai prejudicar ninguém. Pois bem, nesse clube que o Michel é sócio, o exame é R$10, totalmente pagável, mas apenas para ser “vida loka”, ele sempre fala pra gente tentar burlar e entrar sem pagar, kkkkkkk. Eu já tinha bebido um pouco, fui lá tomei uma ducha e passei pra piscina, todo molhado (ele sempre fala pra gente fazer que dá certo), dessa vez o cara da piscina me parou e sinceramente eu nem lembro o que eu falei pra ele, só sei que entrei e cai na piscina.

Voltando ao que eu falava, foi fatal, cai e já bateu aquela sonolência, comecei a ficar mole e tudo. Saí da piscina e pensei “preciso tirar uma soneca” e fui pro carro. Puff, capotei, eu deitei por volta das 15h30, e acordei por volta de 00h na casa do Michel. Vomitei, estava com um puta sono, mas ainda tinha que ir pra casa, tomei aquela água, acordei e voltei pra casa.

Bem, assim foi o aniversário de um Beta solitário. Cara, foi muito bom, sério mesmo.

E este post ficou grande pra caralho, não era pra ficar tão grande assim, enfim.

Em resumo, de quinta a domingo devo ter gasto uns R$150 e não me arrependo.

Eu não ganhava tanto presente a muito tempo. O escritório me deu presente, o meu chefe me deu presente e a guria lá me deu presente. Sim, 3, sabe a quanto tempo eu não ganho 3 presentes, bicho, tem muito tempo ...

Prometo voltar a postar com regularidade.


Abraços a todos os betas do brasil.

domingo, 5 de fevereiro de 2017

As “férias” de um Beta Solitário

Faaaaaaaaaaalaaaaaaaaaa negada, como vocês estão? Estou meio termo, já estive melhor.

Fiquei um bom tempo sem postar porque sou um bosta, atoa, que não sabe se organizar e não tem força de vontade pra fazer as coisas direito, fora isso, voltei :D


Estou devendo o fechamento do mês de dezembro e o de janeiro prometo postar certinho, é que é foda, só vejo os valores diminuindo, falta maturidade para lidar com isso, mas chega de lamurias.

Eu queria ter feito esse post antes, até porque estava com as emoções na memória, mas esse mês peguei umas bads, que pqp, e como minhas “férias” foram muito boas, não queria escrever estando na bad, porque não passaria a real alegria que tive. Sim amigos, um Beta Solitário consegue ter momentos felizes na vida.

Primeiro, vocês viram que toda vez que me refiro a férias, sempre tem aspas junto. Explico, na realidade não tiro férias desde 2013, ano que entrei na faculdade e me fudi. De 2013 pra cá, sempre troquei de emprego > estágio > estágio, sem tirar férias, passava no processo seletivo e sai de um e na outra semana estava no outro. Nos empregos que tive, não fiquei 6 meses, isso explica porque não tive férias (foram dois), ademais, tive dois estágios antes do meu atual, os quais também não tirei férias porque não cheguei a completar um ano, até que finalmente, consegui completar férias vencidas no meu estágio atual, porém também não tirei férias kkkkkkkkk.

- Uai BS, porque?

Bem amigos, época dos dois empregos “nem cansei”, no primeiro estágio tive o aclamado recesso forense (trabalhava em órgão público), para quem não sabe, o recesso forense é de 20 de dezembro a 6 de janeiro, está bom para você ou quer mais? Dava para descansar demais. No segundo estágio fiquei uns 4 meses e fui demitido pela primeira vez na minha vida (sim, isso é tema para um post), até que finalmente chego ao meu atual estágio, que estou com férias vencidas e não tiro porque simplesmente não vou viajar, triste. Para mim não compensa tirar férias para ficar morgando em casa, ou pior, tendo que “apenas” ir pra aula, então enquanto eu não tiver uma viagem, não vou tirar férias, ou até ser obrigado, até porque sou estagiário e em tese não posso vender férias, sem falar que tem outro fator pra não tirar férias também, estagiário não tem FGTS e 13º, logo, ter férias vencidas é ter uma arma a mais para aliviar uma possível demissão, pois eu receberia dois salários, e teria mais tempo para me recolocar no mercado, mas não vamos pensar nisso que atrai. Kkk

- Uai BS, e como tirou suas férias?

Então, aproveitando o recesso forense, o escritório onde trabalho deu uma semana para galera sair de recesso também e essa semana foi minhas “férias”, sem mais delongas, escolhi a semana do Natal, pois iria para o interior, cidade do meu avô. Chega dia da viagem, meu pai vai levar um tio meu, cruzamos a cidade e vamos pegar ali, viagem tranquila, quase 5 horas, fomos de carro, uma coisa que me deixa puto, meu pai não me deixa dirigir nas viagens.

- Você não tem experiência.

- Então pai, deixa eu te contar uma coisa, se você não deixar eu dirigir, eu nunca terei experiência, não faz sentido. Além disso, com você me vendo dirigir, você pode corrigir os erros e etc.

- Um dia você dirige...

E assim acabou a “discussão”, e eu meio puto kkk.

Por se tratar de interior, levei livros e séries, pensando que iria morrer de tédio, tem vários primos meus lá, mas eles sempre trabalham e etc, interior é fdp.

Enfim, chegamos na casa da minha irmã, sim minha irmã mudou para o interior, para variar atrasados, almoçamos e ficamos lá conversando atoa e de noite fomos para casa da minha tia que é do lado do meu avô. Menos de 30 km separam a casa minha irmã e minha tia, mas por ser estrada de chão, demora quase 40 min, fodas.

Chego, falo com minha tia e procuro por meus primos, imediatamente minha tia informa que estão no bar, e lá vamos nós, haha. Primeiro dia, bebo razoável, gasto quase nada, pagaram boa parte da conta e vou dormir.

Sou muito preguiçoso, e muito cansado também, quando estou atarefado de coisas (faculdade, trabalho) chego a dormir 5h – 6h por dia, então chega nos finais de semana, ou quando to de férias, desconto todo o sono acumulado, estamos falando de dormir 10h – 12h haha. Lá não foi diferente, ainda mais com o efeito da cerveja. No segundo dia almoço na casa da minha tia, e na parte da tarde já caio para a casa da minha irmã, chegando lá tenho o início de um tédio, pego um livro para ler, mas a galera está sempre conversando, bebendo e comendo alguma coisa, o ruim mesmo só que aqui e ali minha irmã tem que sair para trabalhar e etc, mas ficamos fazendo uma bagunça de leve.

Cai a noite, bebi razoável e meus primos que moram perto da minha irmã me chamam para uma festa que vai ter na cidade vizinha, cerca de 20km, era formatura da meninada, e quando é assim normalmente fazem a festa ao ar livre, som automotivo e cada um leva sua bebida, bem-vindo ao interior.

Quando me chamaram nem estava animado de ir, minha roupa estava toda na minha tia, mas meu primo insistiu e me ofereceu roupa, beleza, vamos. Fomos de moto. Eu até poderia pedir o carro do meu pai, mas ele enche o saco, preferi ir de moto com meu primo, e um amigo, fomos em duas motos. Chegando lá, para gastar menos, compramos velho Barreiro e refrigerante, kkkkkkk.

Rapaz, confesso que nunca tinha bebido Velho Barreiro assim, tipo, devo ter tomado uma ou duas doses, algum dia perdido na vida. Nesse dia, já tinha engatado de cerveja mais cedo, começo no velho barreiro, menos de uma hora já deu aquele enjoo, comi algo e passou e continuei até o fim da noite.

Sobre a festa, galera na rua, como é interior, todo mundo sabe dançar forró (exceto eu), e também tocando músicas atuais como Safadão e cia. Avistei algumas garotas interessantes, como sou Beta, nem chegar cheguei, kkkkkk. Sério, eu ainda me surpreendo com minha betice, sou beta, fiquei esperando qualquer sinal que não veio, por isso não fiz nada, mas das 3 que eu estava super a fim (detalhe, todas abaixo de 20, sendo que eu sou 20 – 25) tenho certeza que pegaria pelo menos uma, cara de fora e tals, não iria ser difícil e meu primo e o amigo dele até conheciam as garotas, mas vacilei, kkkkk. No final da noite esse amigo do meu primo até perguntou se eu não tinha gostado de ninguém, falei que sim e ele falou que eu vacilei de não ter chegado, cara de fora e etc. Vida que segue. Agora a volta para casa que foi foda.

Já eram umas 4h da manhã, todo mundo bêbado, duas garrafas de velho barreiro secas, por três pessoas e alguns poucos agregados, aí meu primo tem a brilhante ideia de dar carona ainda pra dois malucos, detalhe, estávamos em duas motos. Eu só fui porque estava de capacete, mas fui com o cu na mão, a estrada era toda de chão, fodas. Duas motos, cinco pessoas, cena típica de interior. Sorte a minha que meu primo e o amigo dele pilotam bem, nada aconteceu, chegamos todos bem em casa, mas não sem eu pensar que morreria várias vezes, sim, como estavam bêbados, voltaram cheio das gracinhas, sendo que a minha moto que veio com um a mais, pqp. Mas enfim, ficam as boas lembranças kkkkk.

Esse meu primo não é muito meu chegado, não tivemos uma infância colado, e mesmo quando ia para o interior, fica na casa de outra tia, e quase não o via. Por eu ser da cidade, ele esperava que eu ligasse para o mínimo de conforto e etc, bem, meu pai é a pessoa mais de boa que eu já conheci, ele já trouxe amigo que estava na rua para dentro de casa, então sou o tipo de pessoa que tenta ter humildade o máximo possível, além de ser pobre, mas por não ser do interior, galera já pensa que você tem alguma grana, o que não é necessariamente verdade. Mas voltando ao que eu falava, meu primo curtiu demais sair comigo, e o amigo dele também, provavelmente por eu ser a pessoa que não quer “estragar” o role. Eu quase nunca falo que quero ir embora, bebo de tudo, fico na minha, e quando bebo até sou sociável. Mas em resumo, ganhei mais dois camaradas kkk.

Como de praxe, acordei super tarde no outro dia, com o pessoal indo pro rio e quase me deixando, levantei rapidao e fui. Em resumo, ficamos muito tempo lá e já era véspera de Natal. O Natal é religiosamente celebrado na casa da minha tia, e até por isso eu já estava ficando meio puto, já estava de noite e nada da gente sair da casa minha irmã. Comecei a me estressar e apresei meu pai a sair.

Chegando lá minha tia até estava meio cabisbaixa, isso porque começou a imaginar que ninguém iria, e meus primos nem estavam em casa, não iriam passar o Natal “sozinhos”. Geral se arrumou, ligamos a churrasqueira, fui buscar meus primos e pronto, antes da meia-noite tudo estava perfeito.

Impressionante, as carnes eram baratas, a cerveja também, mas o sentimento e a alegria realmente verdadeiros, alguns momentos não se tratam sobre dinheiro, mas sim sobre as pessoas. No fim de ano li muita coisa sobre a falsa hipocrisia, sobre fingir isso e aquilo. Não discordo totalmente, existem muitas pessoas cínicas, falsas, enfim as pessoas ruins. Mas naquele momento, eu não queria estar em outro lugar, sei lá, meu sentimento por família ainda é “sublime”, algo a ver com a minha criação.

Enfim, foi um Natal perfeito, para terem ideia, fui dormir 8h da manhã do outro dia, jogando truco, cerveja, carne e etc. no outro dia levantei por volta das 14h, e adivinhem, já tinha uns agregados bebendo na casa da minha tia, junto com meus primos.

Em resumo, pois já está tudo muito longo. Foram “férias” ótimas, praticamente não li nada, nem vi filme nem nada, apenas bebi para caralho, tomei banho de rio, comi tatu, porco, frango caipira e ainda passei um tempo legal com meu sobrinho que é amor da minha vida.

Infelizmente só durou uma semana, mas uma longa e intensa semana.

Na volta ainda trabalhei três dias, antes de chegar o final de semana, sendo que na sexta-feira, trabalhamos mais ou menos 2h, que é mais ou menos o tempo que eu gasto de ônibus para ir e voltar ao trabalho (porra, porque não liberaram?!).

Quanto ao ano novo, fiz uma viagem mais curta, cerca de 400km (ida e volta), casa de uma tia também, mas por parte de pai (não conheço muita gente da família do meu pai), essa tia é bem mais velha e mora sozinha.

PS: A primeira viagem foi de cerca de 1.000km (ida e volta).

Foi uma viagem bem paia na verdade, embora não me arrependa nem um pouco de ir, minha tia é mais velha e mora sozinha, acho isso bem triste. O ano novo foi bem parado, meia noite estava só eu, meu pai e minha tia, eu estava assistindo filme e eles conversando, bebi umas cervejas e mandei mensagem para uns camaradas, o filme acabou por volta das 4h da manhã, ainda fui dormir bastante tarde.

Sobre essa viagem, tenho uma prima (por parte de mãe) que mora na cidade dessa tia, mora com amigas, a gente se pegava quando mais novo, ainda consegui um tempo para ir na casa dela, ganhei alguns beijinhos, kkkkkkkkkkkkkk

Por incrível que pareça, 2017 começou e eu peguei uma guria, é minha prima, mas ainda vale a contagem, provavelmente seja a única do ano - Nota técnica: nota 6.

Bem, foi isso, uma semana de recesso ou “férias”, duas viagens, quase 1.500 quilômetros percorridos e o início de um 2017 renovado e descansado. Após voltar, trabalho voltou ao normal e vocês sabem o que aconteceu no mês de janeiro (1 mês de mangina. Parabéns para mim!).

Já ia esquecendo, quanto as finanças, quanto gastei nisso tudo?

Gastei exatos R$240,00 na primeira viagem e R$70,00 na segunda. A desproporção se deve pelo tempo, a segunda foi um final de semana, e os gastos são basicamente de bar, na primeira como estava com meus primos, bebi bem mais. Claro que esses gastos são APENAS MEUS. Meu pai gastou com gasolina, algumas coisinhas que ele comprou e com alimentos/bebidas/utensílios que levamos sempre quando vamos ao interior. No final, meu pai é foda e não anota nada, mas acredito que não tenha passado da cifra dos R$1.500,00 (estou jogando alto) os gastos dele, o que eu considero um valor super razoável, apesar do nosso momento financeiro.

Assim são as férias de um Beta solitário, sabe quando serão as próximas? Provavelmente no próximo Natal, mesmo esquema. Kkkkkk

Vida que segue.



Amigos abraço. Valeu!

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

1 mês de mangina. Parabéns para mim!!

Eaí negada, como estão?

Estou me sentindo um grande pedaço de merda, apenas.

Engraçado, geral da blogosfera divulgando seus patrimônios, seus lucros, perdas, traçando planos, correndo atrás e eu aqui, chorando por causa de mulher, séria cômico se não fosse trágico.

Sim amigos, estou devendo o fechamento de dezembro e janeiro, o foda é que tenho eles anotado aqui e fui vagabundo o suficiente para não postar, mas no final de semana eu vou arrumar um tempo.

Confesso que também tenho um motivo para não ter postado, além da falta de tempo (quando se quer tempo, se arruma tempo), meu patrimônio só diminui, já expliquei o porquê e vou explicar nos fechamentos novamente, é triste você saber que só tem dividas, que saporra não vai aumentar e que você é um fodido na vida. Mas não vamos perder o foco, meu desabafo hoje nem é esse.

Inicialmente, para quem não sabe o que é mangina (provavelmente todos saibam), mangina é, em brevíssima síntese, alguém que é capacho de mulher, um escravo de mulher, alguém que idolatra mulher.

Outra informação interessante, já falei, mas não é demais repetir, sou beta financeiro, físico, psicológico e em todos os setores da vida. Minha nota de corpo fica em 5,5, rosto 4,5, porque meu cabelo é zoado e atrapalha tudo, enfim, nota final entre 4 e 5. Ou seja, se eu ponho uma roupa legal (o que não rola quase nunca) atinjo no máximo um 6, me arrumando bastante, vish, nem falei da altura, sou baixo, 1,65 kkkkk, sério, alguém me aponte uma qualidade, acho que nem tem. Como dizem, sou o famoso Beta B.

Agora vamos a história, como podemos iniciá-la?

Anos atrás, ainda no meio ensino fundamental, nossa, que raiva eu sinto de mim mesmo nessa época, eu era muito pior, mal falava com as garotas, era o carinha que faziam bullying, beijava ninguém e etc. Esse mesmo garotinha começa a fazer amizade com uma garota e se apaixona por ela, horas e horas de conversa, ela respondendo pra ser educada e ele sendo mangina. (atualmente ela ainda tem alguns sms´s da época, eu tinha menos de 14 anos e mandava sms falando que a amava, que era minha vida, e etc, DEPLORAVEL).

Obviamente na época de crianças, ela cagou para mim, embora jamais tenha me humilhado na frente de outras pessoas e etc, eu mesmo que me humilhava, pela falta de amor próprio.

Ensino fundamental acaba, vamos para outra escola, até que no 2° ano a gente cai na mesma sala, a amizade já não era mais a mesma, mas eu, idiota, comecei a correr atrás, achando que ela me consideraria o amigão e etc, puff, ledo engano, dessa vez ela me humilhou, mas não na frente de outras pessoas, mas só nos mesmo, falou para parar de falar com ela e etc. fiquei mal, e parei, vida segue e eu até a evitava.

Vidas seguem, a gente fica um bom tempo sem se ver, até que um dia, um grande amigo nosso, me chama para sair e fala que ela vai. Fico meio cabreiro e falo que não quero ir, mas ele insiste e vou. Lá conversamos, falo o que ela me falou (ela jura que não lembra que fez isso) e voltamos a ser amigos.

Duas observações devem ser feitas: Neste momento da vida, tanto ela, quanto meu amigo, são evangélicos, de verdade, ou seja, não se interessam por dinheiro e etc (sim, eles existem, não vamos ser hipócritas, existem religiosos verdadeiros em todas as religiões), apenas tomando nota, sou católico, atualmente “não praticamente”, o que faz de mim um não católico na verdade, mas acredito em Deus.

Segunda observação: esse meu amigo é o tipo de amigo que passo muito tempo sem ver, mas tenho confiança de conversar qualquer coisa e etc. Estranhamente, com ela foi estranho no início, mas falei do que ela fez, ela pediu desculpa, e depois de sairmos mais umas duas vezes num curto período, nos três, estávamos eu e ela conversando bastante. Esse meu amigo namora, logo ele não podia sair direto com a gente, na verdade depois de um certo tempo ele estava sempre com a namorada e eu conversando com ela, marcando de sair, indo aqui, ali e etc. E uma terceira obs: ela é nota 7.

Nos aproximamos bastante, e mais uma vez, fui idiota para me apaixonar, e o pior é que acho que era a época que minha ex não estava falando comigo e etc, estava carente pra carai, na verdade sou a carência em pessoa.

Saímos bastante, foda que ela é muito brincalhona e isso me confundia e me confunde até hoje, até fui na igreja com ela e etc, até que um dia, mandei uma indireta bem direta, por whatsapp.

Simulação real abaixo

- velho temos que conversar

- conversar o que?

- para velho, não se faça de desentendida, eu sei que você sabe.

- nós não temos que conversar nada, pode parar com isso.

Foi mais ou menos assim e eu percebi que estava confundindo as coisas. Comecei a diminuir as conversas,  voltei a sair com minha ex, e fiquei tranquilo, acabou meio que naturalmente. (isso era primeira metade de 2016, mais ou menos no meio da primeira metade, kkk). Mais ou menos no meio da segunda metade de 2016 minha ex acabou comigo de vez, bati o carro e tava fudido para caralho (farei um post sobre essa história, da pra zoar para caralho).

Pois bem, minha ex me fudeu, e acabou que voltei a mandar mensagem, ela era minha amiga gostava da companhia e etc, voltamos a conversar e etc, mas nunca dava para se encontrar, semestre na faculdade fudendo os dois etc. Até que um dia rolou, começamos a sair, e assim ficou, começamos a conversar por whatsapp quase que diariamente, e sair e nos ver bastante, sempre como amigos.

Eaí novamente estava lá eu apaixonado. Como disse, as brincadeiras dela me confundem muito, a confiança que ela tem em mim, enfim, todo o conjunto da obra.

Foda que dessa vez nos aproximamos mais ainda, acho que ela está num momento meio mal, aí era sms quase todo dia, tirando a semana que passei na roça no Natal, a gente ficar dois dias sem se falar é muito e isso nos últimos 4 meses mais ou menos.

Pois bem, outro post que tenho que fazer, mas 2017, foi o ano que comecei a ir trabalhar diariamente de carro, desde o primeiro dia útil do ano. Acontece que essa garota estuda na universidade federal, e tinha a chance de pegar uma matéria de verão de noite e eu dei apoio falando que talvez rolasse carona e etc, sim amigos, eu falei talvez.

Acabou que ela conseguiu a matéria e desde o início de janeiro eu espero até 22h30 para ir para casa, esperando ela. Teoricamente saio as 18h, TEORICAMENTE né amigos, porque acho que vocês sabem a realidade das empresas privadas, 19h é um horário razoável para sair, mas nesses dias eu ficava até fechar, como trabalho num escritório, era até a hora que o ultimo advogado iria embora.
No início até metade do mês, nego não passava das 20h30, ai la ia eu parar em alguma pracinha e ficar lendo. Do meio pro final normalmente ficavam até 21h, e no fim de janeiro voltaram ao normal 22h em diante, haha.

O fato é que fui mangina por isso, não o mangina de anos atrás, mangina não por não chegar mais cedo em casa e ficar todos os dias esperando ela até mais tarde. Claro que não era uma obrigação, ela não exigia ou me cobrava, era sempre educada e sempre agradecia,

Não sou quem eu era, não me arrependo do que fiz, até porque somos amigos em primeiro lugar, e isso foi muito pela amizade, o que me arrependo mesmo, é de criar expectativas, de achar que estava rolando algo, de cogitar ser “o cara ideal” dela.

Hoje (ontem) estávamos conversando aleatoriamente, e ela me falou de um cara, que ela teve uma atração instantaneamente, foi um pouco antes da gente voltar a ficar próximo lá atrás. Não tenho como ou porque cobrar nada dela, mas eu fico com ódio de mim mesmo por ser tão besta assim, por se envolver assim, por achar que está acontecendo alguma coisa, quando não está.

Ela me falou, depois de quase dois anos, que conheceu esse cara numa viagem, que eles ainda se falam, e que ela tem dúvidas se devia ou não ir conhecê-lo. Como um bom amigo, aconselhei a ir, embora ela não tenha se convencido da ideia, por ele não ser o cristão que ela procura.

As aulas dela acabaram, as minhas começam em breve, vou me afastar um pouco como no ano passado, mas ainda fico puto comigo, porque no meio da minha carência, acabo tentando “comer pelas beiradas”, mas só eu me fodo.

Enfim, espero que reste a amizade.

Acho que não disse isso no blog, inclusive é tema para um post, mas eu sou WORKHOLIC sim, e sou porque quero ter a sensação de que não falhei em tudo na minha vida, por favor, não tirem isso de mim. Deixem eu ter orgulho de pelo menos uma área da minha insignificante vida.
PS: Usei o termo mangina, mas fui um mangina psicológico ou moderado, como disse, o problema não é ter que deixa-la em casa e etc, e sim criar expectativas.


Abraços.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Atualização Patrimônio Financeiro – Nov/2016: R$11.040,70 -R$865,33 ou (-7,27%)

Primeiramente gostaria de deixar aqui minha homenagem a Chapeterror:



Realmente muito triste o que aconteceu com o avião da Chapecoense. Não gostaria de falar disso, mas não gosto de pensar que a culpa foi só do piloto. Obvio que ele foi negligente e imprudente, mas botar o próprio na reta é burrice. Enfim, vida que segue.

Eaí amigos, como vocês estão?

Como foi o mês de vocês? Bem, o meu começou mais ou menos e acabou na bad.

O que fiz neste mês? Bem, sai pouco; bebi pouco; trabalhei muito; e no final do mês juntou essa tragédia, junto com fim de semestre da faculdade, estou meio para baixo. Até por isso eu demorei para fazer este post lixo.

Bem, para quem estava secando meu “patrimônio”, boa notícia para vocês. No fechamento passado o Ficando Rico fez um comentário muito pertinente falando que na verdade eu estava fazendo um balanço de movimentação e não uma carteira de investimentos, o que eu na verdade já sabia, mas todos já notaram e para piorar, meu pai disse que vai gastar toda a grana:

- BS, mas o dinheiro também não é seu?

- Amigo, suicídio emocional, só digo isso.

Bem, vou tentar segurar o dinheiro o máximo que der, mas está complicado, vide esse mês. Kkkkk

Vocês podem pensar: -ah mas para de reclamar, seu salário é razoável e você pode finalmente começar a investir com o dinheiro só seu, certo?

ERRADO. Se lembram dos dois financiamentos que eu tenho? Se lembra que minha renda é única no momento? Quanto mais penso nessas coisas, mais triste fico.

- Ah BS, mas teu pai não vai voltar a trabalhar? Vai sim, agora quando é um mistério. Sem falar que ele quer abrir outro negócio, querendo ou não é algo arriscado. Posso ter que ficar segurando a onda um bom tempo, sem falar no medo de demissão e etc, farei um post futuro falando do rodo que passaram onde eu trabalho, dos meus chefes que rodaram, enfim, dois desempregados seria engraçado. Sério amigos, fazia tempo que eu não ficava nessa vibe meio deprê.

Bem, ano que vem um novo ano, farei um post com planos futuros, mas o maior deles é quitar ao menos um financiamento, e estará tudo lindo, se meu pai ajudar, dar com sobra, se continuar do jeito que está, sem chance (embora eu tenha uma carta na manga, que revelarei depois).

Apenas para registrar, não pego ninguém a meses, farei post sobre isso também, e esse mês não foi diferente e sem perspectiva de melhora, e confesso que ainda me abalo com isso.

Agora vamos a vergonha alheia, digo aos números:



Nunca é demais explicar minha planilha louca. Kkkkkkkkkkkkkkkk

Ganhos = Proventos meus. Outros = Proventos do meu pai ou meus de fins não trabalhistas. Rendimento = Renda passiva da poupança (sim eu também faço renda passiva sociedade). Acumulado é o saldo do mês anterior.

Despesas fixas = aquelas que são de caráter obrigatório! Despesa variável = aquela que não é obrigatória haha. Como disse anteriormente, estes gastos vão variar, porque vez ou outra a gente esquece de pagar conta de luz, e algo do tipo, dentre outras coisas. (Um adendo que faço nesse quesito é que alimentação está em despesa variável (sim galera, eu não sou retardado), mas na real não sei quanto meu pai gasta com alimentação, então prefiro colocar lá, mas somos de uma família pobre, coloque a média normal).

Como já falei, trabalhei para caralho esse mês, olha lá em cima porra, fiz uma boa grana de extras, não gosto de ficar falando, mas sou garçom nas horas vagas.

Demais curiosidades do mês, dessa grana toda, gastei exatos R$414,00 “comigo”, ou melhor, eu gastei, não necessariamente comigo, porque vai gasolina no carro, lazer e tudo que paguei no mês. 

Amigos, a sensação de auferir R$2620,00 e gastar R$414,00 com você e o pior, não ter certeza que o resto irá virar aporte, é triste, muito triste, acho que por isso bateu a bad, aliado ao fato que eu devo ter saído umas duas vezes esse mês, para alguns pode ser o ideal, mas eu estava acostumado a sair mais, não necessariamente gastando tão mais, e esse mês não rolou.

No melhor dos mundos vou usar essa diferença para adiantar as parcelas do financiamento, um dos planos de 2017 é matar um financiamento.

Sobre meu pai, nem sei com o que ele gastou esse mês, estamos em reforma e o carro deu problema, provavelmente nessas coisas e as besteiras que ele curte, apenas para elucidar, meu pai gastou esse mês R$4.492,65, é dinheiro para caralhos. (Essa conta é a seguinte. Despesa variável – R$414,00 gastos por mim, - R$500,00 de alimentação, sendo bem generoso).

Enfim amigos, é isso, postei saporra toda atrasada, to desanimado, tentar ler uns posts da galera para motivar mais. Mas é foda, como o Stifler falou no post dele, pior época do ano, queria comprar roupa nova, mas a sensação de gastar grana está me deixando mal, sei lá.

Uma última mágoa. Meu pai é o tipo de pessoa que não se organiza pras coisas. Todo ano a gente viaja pro interior. Esse ano cheguei nele e falei, - Pai, preciso definir meu recesso, quando a gente viaja? Ele demorou um tempão pra me responder, quase acabei desistindo de viajar, mas vou para lá no natal e trabalho no ano novo e passarei o ano novo na minha cidade, vou convencer meu pai a ficar no ano novo por lá, ele gosta bastante, e pode ser que eu passe sozinho em casa.

- Porra BS, você não tem amigos? – Tenho caralho, mas sei lá, estou desanimado, quase acabei desistindo de viajar no Natal para ficar em casa.

Bem amigos, desculpem a enrolação.

Abraço a todos, vou tentar me animar!!


TamojuntoBlogosferaFinanceira.

domingo, 20 de novembro de 2016

Quando tudo parecia bem

“Se não for para dar errado, nem saia de casa”, já diria meu subconsciente para mim mesmo.

Eaí amigos, tudo bem com vocês? Comigo sim, apesar de rolar umas merdas sempre né.

Nossa, teve uma treta na blogosfera (de novo), blog sendo desativado e etc. O que eu tenho a dizer sobre isso? Nada, infelizmente não vou me posicionar sobre algo que eu não conheço os fatos que levaram a essa treta, então o que eu acho disso tudo? Lamentável.



Então amigos, esse post não vai te ensinar nada que você já não saiba, mas se você quiser rir para caralho, bora lá.

Estou eu, de boa, recolhido em minha insignificância, deitado, numa tarde chuvosa, mo preguiça de levantar da cama. Eis que me vem aqueles pensamentos de que passar a vida sozinho é mo bosta e etc. Levanto, vou esquentar o almoço, afinal, já estava no meio da tarde e eu não tinha comido nada. 

Ligo as panela e venho pro pc ler os posts dos blogs que sigo e tals. Bem, vocês já podem imaginar o que rolou né? Sinto aquele cheiro de queimado, vou pra cozinha, e vejo a panela toda preta, eu estava esquentando a comida em duas panelas, uma tava de boa, a outra tava toda queimada:


A casa toda esfumaçada, uma verdadeira bosta, saio de casa e deixo a comida lá, fico na área e vejo fumaça saindo pra todo lado, não sei se começo a rir ou a chorar.

To de boa, continuando lendo os blogs, chega mensagem no whats, de uma guria que conheci no tinder, a uns 5 meses atrás, no início a gente conversou bastante, até que eu comecei a chamar pra sair, e não lembro exatamente o que aconteceu, mas eu devo ter sido bem chato e ela nunca topou sair, e depois de um certo tempo nunca mais falei com ela.

Como temos um amigo em comum, acabou que ela nunca deve ter me excluído, e até que mandou mensagem pra mim. Converso de boa, até que o assunto acaba e ela manda um: bora no cinema hoje?

ainda bem que ela é solteira

Acho que no post de apresentação, não falei das minhas credenciais, então vamos lá: baixa estatura, magro, rosto feio, nota final = 4,5. Ou seja, o tipo de beta que nenhuma mulher chamaria para sair, por mais feia que ela seja.

Voltando, a guria nem é realmente isso tudo, meio gordinha, mas bonita de rosto 5 – 5,5. Beleza, eu fico até confuso: - pota que pariu, nunca na vida uma guria me chamou pra sair, eu chamar e aceitarem já é demais, agora a guria me chamar, o q ta coteseno?

Na real que eu até tava com preguiça de ir, estou num momento da vida que prometi a mim mesmo que não vou chegar em ninguém, porque acabo perdendo muito tempo com isso, a menos que seja sexo garantido, mas para betas, a coisa não funciona assim, enfim.

Apesar de tudo, falo que vou e etc. Minutos depois, uma guria que é minha amiga, mas que eu já tentei pegar me manda uma mensagem: - Poxa, terminei com meu namorado, estou indo ao shopping, vamos?.

Nessa hora meu mundo simplesmente virou de cabeça pra baixo. Não uma, mas duas gurias me chamando pra sair e o mais esquisito, no mesmo dia, que porra é essa? Só pode ser pegadinha do joão kleber né?



Beleza, converso com as duas de modo a tentar marcar em horários distintos pra dar tempo de sair com as duas, o foda que já era meio/fim de tarde, além disso, não se esqueça que eu tava tentando tirar a fumaça de dentro de casa e ariando panela, pra tirar o queimado.

Conversa vai, conversa vem, até que minha amiga fala que tava zoando comigo, ela na verdade só queria que eu fosse pro shopping com ela (apesar de o namorado dela já estar lá) e etc. Dei uma enrolada nela falando que ia tentar ir e depois falei que não dava pra ir.

Bem, eu ainda tinha um cine pra ir com a outra guria. Finalmente deixo as panela apresentável, deu trabalho pra carai, porque queimou bastante, deixo a casa com um pouco de fumaça, não queria sair nem com a porra, e vou rumo ao shopping.

Vocês se lembram que eu falei que meu pai comprou o carro meio bostinha né, então, o meu carro está com problema, falarei disso adiante, o meu pai saiu no carro dele mais cedo, e sobrou o outro carro, ele é até bonito por fora, por dentro é bem mais ou menos, mas como ia estar de noite, pensei: - foda-se a guria nem vai perceber que o carro é meio bosta (eu tinha combinado de deixar ela em casa após o cine).

Estou indo, tudo normal, até que, começa a cair o mundo de chuva no caminho, pqp, a essa hora ela já tinha me mandado mensagem falando que se molhou toda (a gente combinou de se encontrar no shopp). Muleque doido, quando peguei a porra da chuva, tava muito forte, o desembaçador NÃO FUNCIONOU DIREITO e o medo de morrer bateu com força, porque eu estava na porra de uma pista que não tinha acostamento, não tinha como simplesmente encostar o carro, e eu não conseguia ver praticamente nada, limpava com a mão na minha frente e só, não tinha como dirigir e limpar todos os vidros, o medo de bater em algum carro estava no máximo e nessa hora eu já estava começando a ficar meio puto, pqp. De repente a direção começa a ficar um pouco mais dura e eu sem entender o porquê.

Avisto um posto de gasolina, vou tentar parar e não consigo, porque simplesmente não conseguia ver se tinha passagem, via luz de tudo que é lado, e passei direto pelo posto, mas encostei em local perto do posto. Ta uma chuva do caralho, paro o carro e desço pra verificar se os pneus estão furados, meu óculos cai no chão, olho apenas pneus do lado esquerdo, e estão todos cheios, pego o óculos e volto pro carro todo molhado, kkkkkkkkkkkk. Sento meio triste e  olho pro banco do passageiro, vejo o banco um pouco molhado e olha pra cima kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, sim amigos, tinha uma goteira dentro do carro, POTA QUE PARIU.

Fico parado alguns minutos, nessa hora a guria já tinha chegado na parada do shopping, não entrou porque estava chovendo muito e eu falei que estava perto já.

Decido voltar ao posto, porque eu precisava abastecer e procurar o motivo da direção estar daquele jeito.

Dessa vez consigo chegar ao posto, olho para o pneu dianteiro direito e ele está no chão, nessa hora já bate uma depre legal. Aviso a guria que vou demorar, mas que ainda iria, mas se ela quisesse ir embora, não teria problema, ela diz que esperaria.

Checo o step, ok, checo a chave de roda, ok, checo o macaco, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. A porra do macaco era daqueles pequenos e eu tinha certeza que não daria pra trocar com ele, puta que pariu. 

O posto estava cheio de carros parados por conta da chuva forte, peço um macaco emprestado e ninguém me empresta, fodas. Decido ir encher o pneu que tava no chão, pego um guarda-chuva, mesmo assim, fico encharcado, mas o carro consegue andar de boa. Tem um amigo que mora perto, encho o saco dele pra ele me emprestar o macaco, a princípio não queria sair na chuva, porque o carro do pai dele fica em um prédio diferente do que ele mora, enquanto isso a guria lá esperando e eu falando que tava dando certo. A chuva praticamente acaba até que eu penso, foda-se, vou usar esse macaco mesmo.

Encosto em um local mais isolado, e começo a tirar o pneu, o macaco aparentemente subiu bem o carro e consigo tirar o pneu, quando eu tiro o pneu, a porra do eixo do carro desce uns 5 cm, kkkkkkkkkkkk. Tento subir mais o macaco, mas ele já estava no máximo, e nunca na vida dava pra colocar o pneu daquele jeito. Mando mensagem pra guria e falo que realmente não vai rolar, iria demorar pra caralho pra arrumar, ela aparentemente fica de boa.

Encho o saco do meu amigo, até que a chuva finalmente parou e ele vai lá pegar o macaco. O pai dele nunca havia usado o macaco antes, e a sorte foi tamanha, que o macaco estava meio que parafusado no carro, algo super estranho, meu amigo teve que chamar o pai dele, e devem ter gastado pelo menos 30 min só pra tirar o macaco do carro. Kkkkkkkk

Finalmente tiraram, levam pro meu carro, colocamos o macaco lá e tals, e pra nossa surpresa, estava faltando aquela “alavanca” que gira o macaco, lá fomos nos subir o macaco girando ele no alicate, mais um considerável tempo gasto.

Até que fica na altura ideal, coloco o pneu e tcharam, o tambor girou e os parafusos não entravam kkkkkkkkkkkkkkkk. Cara, tenho meus 20 e poucos anos, nunca vi aquilo na minha vida, naquela altura do campeonato a vontade de chorar era grande e por um minuto eu pensei que teria que dormir ali, afinal, eu não ia deixar o carro sem um pneu no meio da rua, ali largado, até porque o local que estávamos não era tão seguro assim.

O pai do meu amigo tem a ideia de ficar dando umas marteladas no tambor, até ele voltar para o local certo, mais uns 30 minutos e eu não acreditava que conseguiríamos, mas conseguimos, coloquei o step no lugar. Saio de lá com o step praticamente no chão, a porra do pneu tava super vazio, por sorte tinha um posto perto, enchi e aparentemente não tinha mais nenhum problema.

Nesse meio tempo a guria para de me responder direito no whats, ela disse que sabe que a culpa não foi minha, mas ficou chateada, volto pra casa mega puto, por três vezes quase bateram em mim.

Finalmente chego em casa vivo, um dos melhores roles da vida. saí as 19h, cheguei praticamente as 23h. 4 lindas horas de puro sofrimento.

Conto para o meu pai do problema do pneu, ele fala que já sabia. Falo do macaco, ele diz que eu teria que ter pego algum pedaço de madeira pra aumentar a altura do macaco, e falo do tambor, ele diz que é normal o tambor girar, basta colocar no lugar. Meu pai é um brincalhão, mal sabe ele a raiva que eu tava sentindo.

Desculpem pelo texto enorme, mas eu precisava desabafar.

Vida que segue, pra que que eu ainda saio com garotas?



Grande abraço amigos!!!

sábado, 5 de novembro de 2016

Atualização Patrimônio Financeiro – Out/2016: R$11.906,03 -R$11.155,54 ou (-48,38%)

Eai rapaziada, aposto que todos estão mega ansiosos para saber o real desempenho do Beta Solitário. 

Então amigos, se preparem, a hora é agora.

Sem mais delongas, vamos aos números:


Isso aí amigos, vocês achavam que o BS era o novo Warren Buffet, com crescimentos astronômicos, mas a real não é essa haha.

Para quem leu o desempenho de setembro, eu avisei que meu patrimônio sofreria uma queda, para quem não leu eu faço uma síntese:



Meu patrimônio é meu e do meu pai, e ele fez enormes gastos, alguns até plausíveis.

Vamos as explicações:

A primeira observação que faço é com relação ao campo rentabilidade, o cálculo estava todo errado e bizarro, enfim, melhor ser simples.

Tenho tantas coisas para explicar que nem sei por onde kkkkk

Bem, vocês podem ver que meu patrimônio teve uma injeção de quase R$10,8k extras, pois é, meu pai ainda está recebendo uma parte do negócio que fizemos, a última parcela entra em dezembro e é mínima :’(

Quanto as despesas fixas, se compararem com o mês anterior, verão uma discrepância muito grande. 

Jovens, o que ocorre é que de fato terei algumas oscilações pequenas sim, porque, aqui em casa a única conta que é minha de verdade, é a de internet, as demais, meu pai paga, mas alguns meses, ele me dá para pagar, então não se assustem ao verem oscilações de R$100 – R$200, que é por conta disso. Agora quanto a oscilação enorme desse mês, como eu já disse antes, eu tenho dois financiamentos de automóveis, enfim, e em síntese, esse mês fui tentar antecipar o pagamento, o banco fez uma cagada tão grande, que eles não só não aceitaram o pagamento antecipado, como também deixaram de debitar o valor no dia correto. Resultado, a parcela está em aberto, pediram para eu esperar até a segunda semana do mês, só falta querem me cobrar os juros, estou sendo precavido e anotando todos os protocolos de atendimento. No mês de dezembro se preparem para um valor de despesas fixas elevadas.

BS e R$23,5k de despesas variáveis? Amigos, aqui que entra meu pai na história. Não darei muitas informações, mas faremos um resumo do que meu pai fez com essa grana toda:

Enfim, expliquemos as novidades.

A mais louca de todas, ou não tão louca assim, para quem conhece meu pai, ele comprou uma picape. 

Uai BS, mas vocês não possuem dois carros financiados? Exatamente meu caro, mas segundo meu pai, precisamos porque temos algumas coisas para transportar, então entre valor do carro e valor de débitos do carro, foram quase 11k gastos. Ah, mesmo perdendo esse dinheiro, o carro é legal BS? 

Não amigos, o carro é velho e nem vale o montante que foi pago, tenho certeza que vai dar problema, e na hora de revender, conseguir e metade vai ser lucro. Porra BS, porque você não proibiu seu pai de fazer isso? Amigo, isso seria um suicídio emocional, apenas isso. Enfim.

Dentre os outros gastos, os demais foram até plausíveis. Emprestamos esses 2k a um tio meu que foi viajar e deu PT no carro, em síntese, a culpa nem foi dele e o carro até tem seguro, mas ele precisou desse dinheiro, e como tínhamos, seria meio chato negar, ele é sangue bom. Como foi meu pai que emprestou, ele não deve cobrar juros, mas tenho outros negócios com meu tio, que devem me render uns 500 temers, então nem reclamo.

Outro gasto interessante foi a reforma da minha casa, que ainda está em andamento. Na real, que não foi bem uma reforma. Na verdade, meu pai sempre se preocupou só em trabalhar, não é à toa que ele trabalhava de segunda a segunda, e com isso minha casa nunca teve um acabamento de verdade, e com tempo foi ficando cada vez pior. Agora com tempo, trocamos a cerâmica da casa toda, colocamos forro, falta pintar tudo e fazer o acabamento nas janelas e etc, a parte pior já passou e finalmente terei uma casa bonita (detalhe: são 16 anos nessa casa e só agora ela estará acabada de verdade. Kkkkk)

E o outro gasto que foi meio inconveniente, mas foi correto, foram gastos que meu pai deixou atrasar, dentre esses “tributos atrasados” temos contas de agua do antigo ponto comercial do meu pai e ipva dos dois carros, enfim, o erro também foi meu, mas uma hora isso teria de ser pago, a parte boa é que nossos débitos agora são basicamente os dois financiamentos, que não devem acabar tão cedo haha

Bem, estou formulando um plano para me livrar do meu carro e pegar uma moto e pegar um troco bacana, mas deve demorar bastante ainda, planos para 2017.

É isso amigos, ainda estou me organizando na postagem do fechamento do mês, nos próximos meses dou mais detalhes da minha vida pessoal e etc.

Deixem dicas de postagem nos comentários.



Abraço.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Atualização Patrimônio Financeiro - Set/2016: R$23.061,57 + R$21.288,77 ou (+1.200,85%)


Uai Beta Solitário, você não deveria fazer o fechamento de outubro, já que entramos em novembro?
Calma meu caro padawan, fiz o fechamento de setembro por um motivo que explicarei logo abaixo, mas antes disso vamos aos números.



Fruta que pariu, que porra de tabela é essa BS?

Calma padawan, como eu disse no post anterior, eu não manjo porra nenhuma de finanças, e isso foi o que consegui montar até o momento, agora vamos as explicações.

Serei humilhado por isso, mas tenho que informar que não tenho aportes. Ou melhor, tenho sim, mas não o aporte mensal que todos pregam na blogosfera, o meu aporte funciona de seguinte maneira, tudo o que eu não gasto no mês, vira aporte. Sei que existem enormes debates na blogosfera falando sobre um aporte x ou y, de percentagem essa ou aquela, mas amigos, minha realidade é essa no momento.

Um esclarecimento, a minha rentabilidade foi tão baixa porque a maior parte do dinheiro entrou somente no final do mês :(

Estou calculando a rentabilidade da seguinte forma, minha remuneração com base no valor que circulou na minha conta esse mês. Vocês acham que devo calcular de outra forma? Dicas!!!

Porque postar sobre setembro? Pelo crescimento que tive, como pode ver ali em cima, foi de 1.200,85%, e agora a pergunta que não quer calar, porque eu cresci tanto assim?

Ganhei na mega-sena, matei pessoas, assaltei um banco?

Nada disso, bem, em futuros posts falarei sobre isso, mas eu sempre tive o meu trabalho e sempre trabalhei com meu pai, numa espécie de sociedade, em que ele manda e eu obedeço, e ganho resmungos por isso. Haha (calma não era tão ruim assim). Bem, acontece que recentemente ele vendeu o comércio, e como eu já não tenho mais 15 anos, o dinheiro será nosso. (Fogos o BS venceu na vida o/). Não tão rápido padawan, na real que o dinheiro está comigo, mas ele gasta/gastou uma boa parte, como mostrarei no fechamento de outubro, isso explica porque não saio da poupança por enquanto, preciso de liquidez imediata, meus investimentos na verdade são mais classificados como colchão de segurança kkkkkkkkkkkkk

O que esperar de um Beta Solitário?

Minha realidade é que tenho um gasto fixo alto, por conta de dois financiamentos de veículos burrice

Mas BS para que você quer dois veículos? Você é burro ou idiota?

Amigos, no real que foram decisões do meu pai, ele que comprou os dois veículos. Mas BS porque você paga então? Então, primeiro que um dos veículos é meu e se lembra que acima eu disse que meu pai vendeu o comércio dele, ou seja, agora eu sou o homem da casa porra.

Mas BS desse jeito você não vai crescer nunca. Amigos relaxem, meu pai já falou em montar outro comércio, eu estou trabalhando pelo menos por enquanto e estou investindo no meu desenvolvimento profissional faculdade.

Em breve saí o famigerado fechamento de outubro, será que sobrou dinheiro?

Quais meus próximos passos? Cenas dos próximos capítulos!!

Amigos, como disse, sou novo nesse mundo, então fiquem à vontade para deixar todo tipo de dica que achar pertinente.


Grande abraço.