domingo, 23 de abril de 2017

Como foi o aniversário de um beta solitário?

Fala ae seus alfinhas, tudo bem com vocês?

Comigo ta meio mais ou menos, aquela bad de sempre.

Pois é amigos, passei um bom tempo longe da nossa aclamada blogosfera financeira, e porque? Bem, pura e simplesmente porque sou muito desorganizado e não tenho disciplina, simples assim.

Acontece que eu estou fazendo um milhão de atividades: (i) carga horário no trabalho aumentou; (ii) estou estudando pra oab; (iii) quando não estou saindo com alguns amigos, ou me humilhando para alguma mina. Pela minha falta de disciplina, não consigo me organizar pra fazer os posts, estou sempre pensando: - quero escrever isso, mas deixa que depois eu faço e assim fiquei um bom tempo sem postar. Mas vamos lá, todo dia é um novo dia pra tentar se construir um hábito. Não tenho pretensão de fazer “x” posts por semana e etc, mas sim de acompanhar a discussões e postar quando me sentir a vontade. (antes eu não estava conseguindo nem ler o meu blogroll, mas relaxem, já coloquei tudo em dia, por isso vão aparecer alguns comentários retardados nos blogs parceiros – fui eu -, kkkk.

Já falei pra carai e não disse porra nenhuma, então vamos a este post.

Como todos sabem abril acontece o evento do ano, e nem estamos falando da páscoa e sim do meu aniversário. Enfim, por motivos óbvios não vou dizer a data do meu aniversário e quantidade de primaveras que já completei (avançou mais uma casa e agora está em 21 – 26) (esse papo de primaveras ficou meio gay, mas deixa ae).

Bem, e como foi meu aniversário?

Antes de mais nada, tenho que falar que tenho um amigo (nos tornamos grandes amigos) que mora em outro estado, por motivos de trabalho, e embora ele não tenha falado isso claramente, ele veio pra minha cidade por motivos de meu aniversário. Kkkkkk

Esse amigo e eu temos um grupo em comum de amigos, que todos são igualmente amigos (6 brothers – me incluindo), isso é até tema pra outro post, mas um milhão de pessoas defende que não existe amizade sincera e blá blá blá, bem, esses caras eu considero meus irmãos, com direito a ressalvas apenas quanto a um deles, enfim.

Esse meu amigo, chamemos ele de Michel. Michel chegaria em minha cidade numa quinta pela manhã, então já combinei que o pegaria no aeroporto. Quinta de manhã saio da aula mais cedo, pego o Michel no aeroporto e ele já tinha combinado com outro brother nosso de se encontrar. Pego nosso outro brother e advinha só, quinta de manhã, já tocamos pro bar.

Eu tinha um compromisso no trabalho 12h30 e fui chegar lá por volta das 13h30, e meio bêbado, não perceptível, mas se tivesse que ter uma conversa com alguém ela poderia sacar (ainda bem que passei no mercado e comprei dois halls pretos – sobrevivi a base de halls e café -).

Expediente acaba na quinta, então já mando mensagem para os Brothers, agora sim reunir todo mundo no bar. Esse nosso brother que estava mais cedo, mora no outro lado da cidade e trabalha feito um maluco, já era de se esperar que ele não fosse, mas outros dois também desmarcaram, sendo um deles o Michel. Mesmo assim marquei com outros dois Brothers e fomos para um “copo sujo”, bebemos mais algumas cervejas e jogamos uma sinuquinha, fim da quinta-feira.

Sexta-feira, obviamente acordei tarde (obs: eu simplesmente não consigo acordar cedo quando eu bebo – em quantidades razoáveis, obviamente). Matei aula, fui trabalhar.

Nesse dia tinha combinado uma festinha no trabalho, onde cada um levaria uma bebida/comida e a gente comia na hora do lanche e bla bla bla. Como eu que estava organizando, obviamente só chamei a galera do meu setor (estagiários), meu chefe e um ou outro camarada. Por incrível que pareça, sou tímido e cagão, me tremo todo, mas sempre sei o que falar nos discursinhos, e dessa vez simplesmente travei, agradeci genericamente e etc, sei lá o que houve, eu simplesmente não consegui falar direito.

Duas notas interessantes: (i) chamei o meu chefe e na hora do discursinho lá ele mencionou que eu já comportava com advogado e etc (eu trabalho em um escritório). Fiquei imensamente feliz com a afagada no ego, pois normalmente esses putos quase não elogiam a gente, e ressalte-se que sou estagiário e ainda falta mais de um ano pra formar ainda (isso é péssimo também); (ii) a não muito tempo entrou uma estagiária nova, ela é meio sei lá, e seria legal pegar ela, enfim, eu fui legal e ela gosta de mim, nesse dia ela me deu uma torta de um lugar caro (não que eu seja especial, mas onde eu trabalho a galera tem grana, então isso é super normal pra eles, enfim).

Em resumo, foi legal a festinha e me senti minimamente especial kkkkkk

Fim do expediente, converso com os Brothers pra tentar animar alguma coisa, mas geral está desanimada, um sem carro e outro fazendo não sei o que, já fico meio puto, mas de boa. Michel me manda mensagem falando que ta num evento familiar, mas depois podíamos tomar uma. Vou lá buscar ele e o fdp ta no bar com a família, a gente resolve ficar lá, e até que o pessoal começa a ir embora. Fomos para um bar mais jovial, e para nossa surpresa estava fechando, fomos em mais dois outros bares e já estavam fechados. Resolvemos ir pra casa, sexta-feira fraca, mas ainda consegui beber uma cerveja e conversar com um amigo.

Sabadao. Dia da bagaceira, só que não. Como já falei antes aqui, faço uns bicos aos finais de semana, e justo nesse sábado teria um. Pra minha sorte era de tarde (normalmente são a noite), e não estou na condição de dispensar os extras de vida. Enfim, fui trampar e a porra do lugar era longe pra carai, a porra toda atrasou e eu fui mandar mensagem pros meus amigos por volta das 23h20. Por motivos de beber e dirigir, um brother meu não queria ir pra muito longe de casa, só que o bairro dele é ridículo, enfim, tivemos que ficar procurando um lugar. Até que encontramos uma casinha de show, ainda cobraram R$30 de couvert, por uma dupla sertaneja muito ruim, sem falar que era um ambiente que não tinha muitas mulheres, mulher bonita então, puff, estilo Pokémon raro. De qualquer modo, curti pra caramba, faltando apenas 1 brother meu (o que mora longe pra carai) e todo mundo bebendo, conversando e etc. O local fechou por volta das 2h, geral foi embora e eu tava com a missão de deixar um amigo em casa, chamemos de Sandro. Sandro está para a cerveja como o Senna estava para a Fórmula 1, pense num cara que manda bem quando o negócio é beber.

Como esperado, Sandro ainda propôs para em algum lugar, paramos ficamos refletindo sobre a vida. No nosso grupo, Sandro e eu somos os mais “promissores”. Ele fez um concurso recentemente e tenho certeza que passou, o milk estudava apenas umas 10h por dia, sem falar que é cabeça pra carai. E a galera acredita em mim, porque em alguma medida sou comprometido e já conquistei algumas coisas interessantes, como por exemplo trabalhar um grande escritório com um salário muito acima da média. Enfim, várias vezes eu e Sandro fazemos isso, porra, como é bom você trocar uma ideia sadia e beber cerveja. Por volta das 4h fui para casa.

Esqueci de mencionar, mas meu grupo de amigos tem a tradição de fazer um churrasco no domingo para comemorar o aniversário de algum membro e no meu não foi diferente.

Como dito acima, depois de uma quantidade razoável de cerveja eu não consigo dormir e acordar cedo e o clube obviamente requer que cheguemos cedo, até por motivos de lotação, então tive a brilhante ideia de virar a noite, e de fato, quase o fiz. Fiquei sentado na minha cama cochilando, até umas 6h30 (pode se dizer que eu não dormi). Tomei aquele banho, aquele café e #partiu clube.

Compramos as paradas, e fomos (caralho como as coisas são caras, puta que pariu). Enfim, chegamos lá um pouco tarde ainda. Eu mal tinha me alimentado e dormido e lá já estava bebendo de novo. Para meu azar, estou disputando um campeonato e nesse dia tinha jogo e eu me comprometi a ir, pra sorte do time, o local do clube era perto do jogo, então me desloquei do clube até o jogo. Por motivos óbvios de sedentarismo, muita cerveja, ausência de alimentação, o goleiro ter faltado e SIMPLESMENTE O TIME NÃO TER RESERVAS, perdemos e perdemos muito feio, sem falar que eu quase tive um treco dentro de campo, sério, não sei como aguentei até o final, sou um guerreiro.

Voltei pro clube com meus amigos.

Eu estava muito feliz e tudo, mas a galera não estava completa e era de lei a gente sempre ir com todo mundo. Dessa vez era aniversário do pai de um brother e ele falou que iria passar o dia com o velho dele (super entendo), acabou que no início da tarde ele avisou que o pai dele saiu e deixou ele em casa, assim, ele poderia ir. Porra, fiquei muito feliz, minha galera toda reunida, pelo meu aniversário, sério, a felicidade está nos pequenos prazeres da vida. (ps: eu quase chorei com toda a galera reunida, eu realmente gosto desses amigos).

Bem dessa vez a galera não botou muita fé que ia rolar clube e por isso foi meio de última hora e não fizemos as coisas direito, por isso, o almoço não saiu e as carne nada de ficar pronta, e eu bebendo mais e depois comecei a beber bebida quente. Quando o almoço finalmente saiu, eu fiz a besteira de não comer nada, eu não estava nem mais beliscando a carne e nesse momento tive a brilhante ideia (sqn) de cair na piscina.

Uma nota rápida sobre isso, eu sempre quis cometer pequenos ilícitos estilo “O impostor”, sem que prejudique ninguém e etc, mas é muito difícil você achar uma atividade que não vai prejudicar ninguém. Pois bem, nesse clube que o Michel é sócio, o exame é R$10, totalmente pagável, mas apenas para ser “vida loka”, ele sempre fala pra gente tentar burlar e entrar sem pagar, kkkkkkk. Eu já tinha bebido um pouco, fui lá tomei uma ducha e passei pra piscina, todo molhado (ele sempre fala pra gente fazer que dá certo), dessa vez o cara da piscina me parou e sinceramente eu nem lembro o que eu falei pra ele, só sei que entrei e cai na piscina.

Voltando ao que eu falava, foi fatal, cai e já bateu aquela sonolência, comecei a ficar mole e tudo. Saí da piscina e pensei “preciso tirar uma soneca” e fui pro carro. Puff, capotei, eu deitei por volta das 15h30, e acordei por volta de 00h na casa do Michel. Vomitei, estava com um puta sono, mas ainda tinha que ir pra casa, tomei aquela água, acordei e voltei pra casa.

Bem, assim foi o aniversário de um Beta solitário. Cara, foi muito bom, sério mesmo.

E este post ficou grande pra caralho, não era pra ficar tão grande assim, enfim.

Em resumo, de quinta a domingo devo ter gasto uns R$150 e não me arrependo.

Eu não ganhava tanto presente a muito tempo. O escritório me deu presente, o meu chefe me deu presente e a guria lá me deu presente. Sim, 3, sabe a quanto tempo eu não ganho 3 presentes, bicho, tem muito tempo ...

Prometo voltar a postar com regularidade.


Abraços a todos os betas do brasil.

4 comentários:

  1. Parabéns pela postagem amigo, excelente post.

    ANON DE CANGUÇU RS

    ResponderExcluir
  2. Beta, quais as expectativas com o Direito, concurso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então anon, ótima pergunta, dá até um post, mas não vou te deixar sem resposta.
      Confesso que pensei no curso de Direito por motivos pragmáticos e nem estou falando dos financeiros. No decorrer do curso fui gostando pra caralho e sempre me vi advogando.
      Junto com o primeiro estágio em escritório veio também - mais ainda - o desejo de ficar "rico", sério, aquela galera ganha muito dinheiro. Infelizmente sai do primeiro estágio pelas portas dos fundos, por um minuto voltei a pensar que só seria bosta no fundo do poço, depois as coisas se encaminharam e hoje em dia tudo está mais ou menos assim.
      1) eu não penso em nenhum concurso, eu quero advogar.
      2) eu quero ter meu escritório, mas não tenho a coragem - nem o dinheiro - para me graduar e abrir um logo em seguida.
      3) se tu der errado 1, eu quero estar ganhando 10k num escritório de alguém - que eu vou trabalhar igual um condenado não tenho nem dúvidas, porém não acho de todo ruim -.
      4) se tudo der errado 2, faço um concurso pra ganhar uns 10k tbm.
      5) se tudo der certo, aaah se tudo der certo, terei meu escritório, terei funcionários, nem quero ganhar muito 20k mensal já seria suficiente hahahaha.
      Mas o foco agora é terminar a graduação, o curso é ótimo, a remuneração é ótima, se gostar faça e apesar de tudo, lembre-se "o bom profissional nunca fica sem emprego".

      Abraços.

      Excluir